Show Sidebar Acessar

Jornalismo experiencial, pesquisa aplicada e o desafio da investigação em Realidade Virtual no ciberjornalismo

Raquel Ritter Longhi

Resumo: Em alta nos últimos anos, conteúdos em Realidade Virtual (RV) apresentam desafios para o pesquisador em ciberjornalismo. O professor americano John Pavlik, em palestra recente no Brasil, trouxe a concepção de experiential journalism para discorrer sobre as iniciativas da mídia em produção de conteúdos num contexto de emergência de novas tecnologias, especialmente as de Realidade Virtual. A ideia de experienciação, ainda, é capaz de expandir-se para outros campos, dentre os quais, a função do jornalista e a própria RV enquanto forma narrativa, uma vez que, no que toca aos conteúdos, se trata de experienciar, mais do que “ler”. O propósito deste artigo é aproximar a ideia de experienciação com a pesquisa em jornalismo numa associação com a pesquisa aplicada, refletindo sobre os desafios deste tipo de investigação e finalmente, propondo uma estratégia de investigação em RV no ciberjornalismo.

Palavras-chave: jornalismo experiencial; Realidade Virtual; pesquisa aplicada; estratégia experiencial

 

 

Discussão (0)

Não existem comentários para este documento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas